Arquivos Mensais: Outubro 2016

Idruk Nalya

O mar foi profanado. As ondas cessaram. Não há mais marola. Não há mais espuma. As marés não existem mais. A água está amarga e venenosa como a lágrima. Na praia não há vento nem calor, só o espanto. Nunca … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Etiquetas , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Manezinho

Todos os dias, ele buscava algo. Não sabia o que era, mas não desistia. Pensou que fosse o amor. Quando o encontrou, viu que não era. Depois acreditou que o que lhe faltava era descobrir o significado da vida, teve … Continuar a ler

Publicado em Crônicas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários