Arquivo da Categoria: Contos

Hipo

Toda segunda-feira era igual. Reunião de oração na sala dos diáconos, sempre às 07:00 em ponto. Irmã Lurdes nunca se atrasava. Com a Bíblia na mão às 07:02 a pergunta: Posso começar? E não esperava a resposta. Vamos abrir nossas … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , | 5 Comentários

José que toca o céu

José estendeu a mão ao céu. Pensou que podia alcançar as nuvens. José não era louco. José sonhava que era um gigante. Engraçado era quando José fechava os olhos e suas mãos chegavam até o céu. Mas ele não via. … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Fé Cego

Sebastião nasceu cego e vive como cego há 48 anos. Nunca viu a luz, mas sonha com ela desde o dia em que abriu os olhos. Sebastião é pobre e mora com seu pai, mãe e irmã num sitiozinho afastado … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Brisa

Um dia, um menino quis falar com Deus. Subiu na mais alta árvore da mais alta montanha e gritou: “Deus o Senhor está me ouvindo?!” Só ouviu o vento, mas o vento cantava tão bonito! Um canto doce, leve, suave. … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Osrremos

Remava triste e solitário o meu barquinho. Eu seguia num longo rio. Às vezes, as suas margens eram tão próximas que eu quase ficava encalhado; outras, as margens eram tão distantes que eu podia jurar que remava num oceano. E … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

O Caminho Certo

  Pedro acabara de encher os cantis de água e chamou os outros onze. – Estamos prontos, vamos. – E foram até Jesus. – Senhor, já podemos seguir, estamos prontos. Mas Jesus só o olhou e sorriu.  – Ainda não, … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

O Leão e a Mariposa

Encontrou a porta aberta e entrou. Sentou-se no último banco, o primeiro que estava vazio, o mais escondido. Lá ficou por um tempo, um bom tempo. O corpo, que não era dela, nunca foi, doía inteiro. Seu rosto ainda ardia. … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários