O Caminho Certo

 

Pedro acabara de encher os cantis de água e chamou os outros onze.

– Estamos prontos, vamos. – E foram até Jesus.

– Senhor, já podemos seguir, estamos prontos.

Mas Jesus só o olhou e sorriu.

 – Ainda não, Pedro. Vamos esperar um pouco mais.

Pedro olhou para o Cristo e tentou argumentar.

– Mestre, uma multidão nos segue, não podemos ficar parados aqui.

– Podemos sim, meu amigo, e vamos ficar. – E novamente sorriu para Pedro.

.

– Tia, não chores.

O sobrinho mais velho de uma viúva tentava lhe dar consolo. Mas era inútil. Ela chorava muito.

– Meu filho! Meu único filho! Meu Deus, por quê? Meu filho! Meu filho!

O cortejo se preparava para sair, iam levar o corpo para o sepultamento. Uma multidão acompanhava.

– Vamos por aqui. – Indicou a mulher.

– Tia, esse é o caminho mais longo, difícil, não é o caminho certo.

– Não, vamos por aqui. Meu filho amava esse caminho. E seguiu pelo caminho guiando o cortejo.

.

Pedro ficou um tempo em pé, impaciente. Andou pra lá e pra cá, até que finalmente sentou. E quando ainda estava se ajeitando, Tiago foi até ele.

– Vamos Pedro, Jesus já está indo.

Pedro olhou para o chão, soltando o resto de ar que tinha nos pulmões.

– Me ajuda aqui, Tiago. – Mas Tiago já estava longe. Levantou-se, bateu a poeira e acelerou seus passos.

Jesus ia na frente, conversando com seus amigos, mostrando o caminho. Pedro chegou junto aos doze. Estavam cansados. O caminho era pedregoso, com subidas íngremes, descidas perigosas e era longo. Pedro Exclamou:

– Senhor, esse caminho é cansativo, já tomei dois escorregões, tropiquei uma vez e vi gente caindo. Agora mesmo, se André não tivesse se agarrado em mim teria se esfolado todo. Falou e olhou para Jesus que com um olhar de compreensão disse: – Mas é o caminho certo, Pedro.

.

O cortejo seguia. A viúva chorava muito. Todos andavam lentamente, com cuidado. A mulher chegou junto da esquife, tocou-a e chorou e chorou e chorou. Os homens que carregavam o corpo pararam, todos então pararam também. A mulher chorava e os que estavam perto também choravam e tentavam consolá-la, mas nada a consolava.

– Meu filho, meu único tesouro! O que vai ser de mim? Meu Deus! Meu filho…!

.

Jesus falou a seus amigos que ia parar um pouco. Todos então pararam. Pedro sentou-se logo de imediato, não queria ser pego de surpresa novamente. Jesus ficou descansando e olhando o céu, vieram lhe trazer água. Ele agradeceu, olhou para o caminho a frente e lágrimas escorreram de seus olhos. Felipe veio até Pedro e disse:

– Vá até o Mestre e diga que temos que seguir. Já estamos aqui faz tempo.

– Eu não, vá você! Ele sempre sabe o tempo certo de tudo, a hora que Ele for eu vou.

João fez um sinal. Jesus já estava caminhando.

Pedro olhou para Felipe e estendeu a mão. Felipe sorriu e tirou o amigo do chão. E Pedro disse a Felipe:

 – É, andar com Jesus não é fácil. – E Felipe passando o braço sobre seus ombros, respondeu:

 – Fácil não é, mas é muito compensador. E imagina se não O tivéssemos. – E Pedro disse:

 – Vamos, Naim está próxima. E sem Ele estaríamos perdidos no deserto.

.

O cortejo chegou à porta da cidade, uma multidão o seguia. E vindo em direção à viúva uma quantidade enorme de pessoas. A mulher, ainda chorando, viu um homem sair do meio daquela multidão e caminhar até ela. Ele a viu chorando, tocou em seu rosto, enxugou as suas lágrimas e docemente disse:

 – Não Chores!

Ela o olhou e disse: – Meu Deus, o meu filho…

Jesus parou o esquife e com autoridade falou:

 – Jovem, a ti te digo: Levanta-te.

O jovem assentou-se e começou a falar. Jesus o pegou pela mão e o levou até sua mãe. Que, estupefata, chorava, abraçava e beijava seu filho. As multidões glorificaram a Deus. Pedro olhou para o céu e depois para Jesus, que chorava olhando para a mulher. Jesus enxugou as próprias lágrimas e olhou para Pedro. Do rosto de Pedro escorreram algumas lágrimas. Jesus as viu e as enxugou. E Pedro disse: Meu Senhor e meu Mestre, meu Caminho, minha verdade e minha Vida.

Anúncios
Esta entrada foi publicada em Contos com as etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , . ligação permanente.

6 respostas a O Caminho Certo

  1. maria domingas da silva gonçalves. diz:

    muto linda esta historia!!!!!!!!!!!

  2. Carlos Eduardo Briselli diz:

    Fantástica interpretação da história. Realmente o nosso Deus sabe a hora certa para tudo! Excelente texto!

  3. Edvaldo diz:

    Extraordinária releitura. Que Deus abençoe.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s