Arquivos Mensais: Março 2014

Pedras que Gritam

Um gigantesco estrondo. O som do céu se rasgando e, num único segundo, milhões desapareceram. Numa casa onde moravam quatro, restou apenas um. Numa igreja onde havia mais de mil, dos quarenta crentes que restaram, alguns rasgaram suas vestes e … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , | 6 Comentários

Personagem andarilho

Fosse o amor o último mistério e a primeira fronteira… Mas não, o calor do corpo é o grande marco do destino humano. A ponte que leva a salvação, ou ao desespero. O calor da carne é o combustível da … Continuar a ler

Publicado em Todo o resto | Etiquetas , , , , , | 2 Comentários

Quase um Soneto

  Tudo se foi na rude cruz. No corpo morto e sem calor A pedra movida traz a luz. Nas lágrimas, o fim da dor.   Pregos marcam, na carne, a ferida. Escorreu o sangue do vil espinho. No milagre … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Etiquetas , , , | 3 Comentários

Croniquinha

Que as palavras não me fujam. Que elas gostem da minha cabeça como os lábios de um bebê no seio da mãe. E que elas respirem pelo meu peito, brilhem pelos meus olhos e vivam pelos meus dedos.

Publicado em Crônicas | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Por que “Pedras que gritam”

“Eu digo a vocês, respondeu Jesus; se eles se calarem, as pedras clamarão.” (Lucas Capítulo 19 verso 40.) Porque o Amor de Deus parte do sobrenatural, daquilo que não compreendemos, para aquilo que precisamos para viver em Cristo: a Palavra … Continuar a ler

Publicado em Contos