Arquivo de etiquetas: amor por Jesus

Na Lapela

Aqui sempre faz muito calor. Quase nunca chove, é sempre quente, sempre seco, árido e vazio. Quase nunca se vê água. O que me faz forte. Obriga-me a criar raízes poderosas nesta terra seca, terra dura. Nada! Quase nada, se … Continuar a ler

Publicado em Crônicas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Manezinho

Todos os dias, ele buscava algo. Não sabia o que era, mas não desistia. Pensou que fosse o amor. Quando o encontrou, viu que não era. Depois acreditou que o que lhe faltava era descobrir o significado da vida, teve … Continuar a ler

Publicado em Crônicas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , | 2 Comentários

A Coroa do Rei

Era uma fila longa. As pessoas conversavam felizes: “A minha, eu acho, vai estar cravejada de diamantes” – “A minha vai ser reluzente, de puro ouro” – “Se a minha for de prata, não acho ruim, desde de que tenha … Continuar a ler

Publicado em Crônicas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Antes de tudo. Depois do fim.

Antes de tudo. Quando não havia nem a luz nem a escuridão, Ele já me amava. Ele me amou com tudo o que É e, mesmo eu sendo como sou, e tendo feito o que fiz, Ele ainda me ama. … Continuar a ler

Publicado em Todo o resto | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Homem não Chora

No fim de mais um dia de trabalho, ele guardou as suas ferramentas e olhou para o céu. Suas mãos doíam, seus olhos doíam, o corpo todo sofria. Respirou fundo. Teve vontade de chorar. Suas narinas arderam, seus olhos se … Continuar a ler

Publicado em Crônicas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | 3 Comentários

Meu Defensor

O sol, tímido, desponta colorindo o céu. Caminho até a beira da água, uma imensidão de esplendor e beleza. O sol, agora um pouco mais alto, sai do horizonte iluminando e dando glória à criação de Deus. Uma pequena onda … Continuar a ler

Publicado em Crônicas | Etiquetas , , , , , , , , , , , , | 1 Comentário

O Leão e a Mariposa

Encontrou a porta aberta e entrou. Sentou-se no último banco, o primeiro que estava vazio, o mais escondido. Lá ficou por um tempo, um bom tempo. O corpo, que não era dela, nunca foi, doía inteiro. Seu rosto ainda ardia. … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , | 4 Comentários