Arquivo de etiquetas: poesia

Cinzas

Então eu vi queimar, tudo virou cinzas que o vento levou tão linda e docemente. Tudo queimado até o final, do entardecer ao nascer do outro dia. Mas nada havia acabado. Nem a dor, nem a esperança. A casa, aquela … Continuar a ler

Publicado em Todo o resto | Etiquetas , , , , , , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

José que toca o céu

José estendeu a mão ao céu. Pensou que podia alcançar as nuvens. José não era louco. José sonhava que era um gigante. Engraçado era quando José fechava os olhos e suas mãos chegavam até o céu. Mas ele não via. … Continuar a ler

Publicado em Contos | Etiquetas , , , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

A Caveira e a Rã

Às vezes, sou levado de volta lá, sinto o sol bater firme na minha cara; a garganta ficar seca daquele deserto amarelo. A cidade dourada de antigas pedras que desenham torres de catedrais. E o peso do mundo no meu … Continuar a ler

Publicado em Todo o resto | Etiquetas , , , , , , , , , , | Publicar um comentário

Conto pichado numa estação de trem abandonada

O amor te arrastou até aqui. Ele te manteve viva por todos esses dias, por todo esse tempo. Beijava-lhe a boca aos domingos pela manhã e à noite amava-te sem culpa ou perdão. Mas numa segunda-feira ele te abandonou. Você … Continuar a ler

Publicado em Poesia | Etiquetas , , | Publicar um comentário

Personagem andarilho

Fosse o amor o último mistério e a primeira fronteira… Mas não, o calor do corpo é o grande marco do destino humano. A ponte que leva a salvação, ou ao desespero. O calor da carne é o combustível da … Continuar a ler

Publicado em Todo o resto | Etiquetas , , , , , | 2 Comentários